Sábado, 12 de Maio de 2007

heranças

no fundo do azul dos teus olhos plantarei a justiça - ainda que não vingue -,

 

nas tuas mãos a delicadeza do gesto e na tua alma a nobreza de carácter e o orgulho de existires.

 

o teu pensamento será dourado e esperançado, mas justo.

 

o alvor da tua pele será o receptáculo dos cromatismos da vida.

 

as flores que te dou podem murchar com as adversidades. não é possível impedi-lo.

 

lançadas à terra as sementes podem não germinar ou singrar raquíticas ou robustas.

 

a humanidade semeia. semeio-te de humanidade.

 

a vida semeia-se com sangue.

eu sou dionisante às 22:19

ah! | quero-te comigo
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


a face oculta

pesquisar

 

Novembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

é proíbido

telegrama transeunte

angels

apontamentum

.........

gratia

lava

heranças

titanico

em nome da mãe

Matrix

rastos deixados

Novembro 2008

Agosto 2008

Janeiro 2008

Maio 2007

Novembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Abril 2006

Março 2006

:o

todas as tags

segue-me

blogs SAPO

subscrever feeds